territórios complexos – 2334s 4639w

Rachel Rosalen e Rafael Marchetti

HISTÓRICO

A primeira implantação de Territórios Complexos foi criada em 2007, como instalação site-specific, na galeria do SESC Avenida Paulista. A avenida Paulista conta com 22 helipontos, com um movimento de 100 aterrissagens diárias, 44 antenas de telecomunicações, 1.5 milhões de transeuntes, 100 mil veículos e 200 mil habitantes/dia. Sobre este território foram realizados mapeamentos da região combinando diversos dispositivos de captura de informação para obter uma base de dados audio-visuais.


A sala é desenhada como um caleidoscópio assimétrico com dois projetores e o restante das paredes são cobertas de espelhos, criando uma multiplicidade polifônica, descontínua e imanente que responde a situações urbanas complexas. O espaço combina dinamicamente dois fatores principais de interação: local e remota. O espaço recebe o som em tempo real da região da Avenida Paulista via Internet, influenciando no ritmo do paisagem projetada no espaço. Dois sensores ultra-som fazem a regulação de escalas e trabalham de acordo com a distância que o público está em relação a eles. Quanto mais próximo, o nível de informação revelada é mais abstrata, como os dados puros do GPS, quanto mais longe, mais visíveis se tornam as coordenadas geográficas da Avenida Paulista.

Para a exposição no Espacio Fundación Telefónica, Buenos Aires, a implementação do microfone em São Paulo foi uma colaboração entre o SESC Av. Paulista e os artistas. Para a exposição na Galeria Cândido Portinari, Palazzo Pamphilj, Embaixada do Brasil em Roma, a implementação do microfone em São Paulo foi uma colaboração entre Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura e Casa das Rosas.

++ 2334s4639w
++ http://www.espacioft.org.ar/videos/Geografias/geografiacelular2.wmv

IIIIIIIIIIIIIIIIIIIII

2012_Galeria Cândido Portinari, Embaixada do Brasil em Roma e RomaTwoNights, Itália
2010_Espacio Fundación Telefónica, Buenos Aires, Argentina
2009_Bains: Connective, Bruxelas, Bélgica
2008_DIY Festival, Zurique, Suiça
2008_Plugin, Basel, Suiça
2007_Circulações, Mostra SESC de Artes, Galeria SESC Paulista, São Paulo

IIIIIIIIIIIIIIIIIIIII

Galeria Cândido Portinari, Embaixada do Brasil em Roma, Setor Cultural: Conselheiro Marco Antonio Nakata (Architettura, Arte Visive, Cinema, Design, Musica e Stampa)
Werkraum Warteck PP: curadoria Martina Siegwolf
Plugin: curadoria Raffael Dörig
Espacio Fundación Telefónica: curadoria Marcus Bastos
Mostra SESC: curadoria Marcelo Bressanin