umi – mar – sea – 海

umi – mar – sea – 海 é um projeto site-specific pensado para o espaço do quadrado do Paço das Artes. A inspiração da artista Rachel Rosalen parte do conceito japonês de mu, de vazio e da importância dos banhos na cultura japonesa. A instalação dialoga com a geometria do espaço expositivo, potencializando-a. A obra umi – mar – sea – 海 recria simbolicamente o espaço introspectivo de um banho japonês. O banho de imersão, na cultura japonesa, tem origem nos templos budistas indianos e chineses, chegando ao Japão no período Nara (710 a 794 d.C). Nestes templos o banho era considerado um ritual. Pouco a pouco foram sendo abertos e é no período Edo, em 1591, que surge o primeiro banho público em Tokyo. O Japão tem uma intensa atividade vulcânica e suas águas termais são consideradas medicinais. É comum as pessoas se reunirem em torno do banho para conversar ou para estarem consigo mesmas. O espaço está construído para que a paisagem esteja na altura dos olhos de uma pessoa sentada.

IIIIIIIIIIIIIIIIIIIII

criação sonora: Rafael Marchetti

IIIIIIIIIIIIIIIIIIIII

2013_ Espaço do Quadrado, Paço das Artes, São Paulo