amnesia

amnesia_web_02

Um corredor de 15 metros com entradas de 5 metros nas pontas, perpendiculares ao espaço central onde são projetadas as imagens. Uma das laterais é composta por uma parede de espelhos com inclinação de 7º na parte superior para fora é a outra parede do corredor é fechada por um tecido branco transparente que recebe as quatro retro-projeções (desde uma sala técnica) e tem uma inclinação de 18º. Assim, o tecido branco que recobre a sala fica também inclinado, criando uma sensação de inclinação no piso para quem caminha sobre os 5 cm de areia branca e fina que recobrem toda a sala. Três sensores colocados de modo não simétrico neste trajeto alteram, à partir do movimento do público, as imagens projetadas. Se não há movimento na instalação uma imagem de ruído televisivo tratado para o vermelho escuro se repete infinitamente.

Amnésia é uma vídeo instalação interativa sobre o apagamento da memória e da repetição incessante de imagens de guerra, que por mais diversas que sejam, trazem-nos de volta a antigas paisagens de destruição, colocando tais eventos em uma suspensão que assombra e retorna como fantasmagoria.

Amnésia é um projeto sobre os efeitos a longo prazo dos sistemas autoritários, traumáticos, repressivos e violentas situações contemporâneas que se constroem a partir da repetição. Através de uma narrativa não-linear, esse projeto desenha uma narrativa ficcional, cheia de labirintos e loops que descrevem essa situação perversa.

IIIIIIIIIIIIIIIIIIIII

2007_Paço das Artes, Por um Fio, São Paulo, Brasil

IIIIIIIIIIIIIIIIIIIII

2007, São Paulo, Brasil

interface: Teo Ponceano
agradecimentos: Arlindo Machado, duVa e Rafael Marchetti

Leave a Reply